writers-block
Para os meus alunos

Redação científica deveria ser um assunto sério no Brasil

Redação científica é um assunto tratado seriamente nas melhores universidades americanas, aliás, como muitíssimas outras coisas.

Nos cursos, seminários e workshops que são oferecidos pelas universidades para os seus pesquisadores e estudantes de pós-graduação são ensinadas técnicas elaboradas para o desenvolvimento e o aprimoramento de boas abordagens para o texto científico. As abordagens ensinadas vão de como se estrutura o texto científico – seja um pequeno relatório de pesquisa, um artigo científico, ou mesmo uma tese – até a redação de abstracts para conferências e propostas de financiamento. Em poucas palavras, uma prática extraordinária, que dá uma pequena medida do porque a ciência é tão competitiva e porque os Estados Unidos são a potência científica que conhecemos há décadas. É prática que deveria ser levada muito a sério no Brasil.

Enquanto não se desenvolve algo sério para a grande área de humanidades no Brasil, eu trago aqui a série de pequenos artigos publicados no Impact of Social Science, um blog muito legal da LSE voltado para o debate sobre  crescimento do impacto das ciências sociais, comunicação e publicação científica. Listo abaixo a chamada da série, e logo depois os artigos:

“Academic writing is a core theme we aim to cover on the Impact Blog. To kick-off the new year, we have coordinated a series specifically devoted to the topic. These posts cover useful tips and strategies for approaching the unique task of academic writing and they also delve into some of the more abstract experiences that scholarly writing and thought can entail. We hope these posts will help clarify the complex process of academic writing and we also hope the contributions will inspire our readers to keep writing!”

Padrão

Deixe uma resposta