Ser editor

Blog SciELO em Perspectiva – Periódicos das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas fazem uso crescente das redes sociais

Republico o que saiu no Blog Scielo em Perspectiva – Humanidades… Na RBPI e em Meridiano 47 temos usado intensamente as redes sociais para ampliar a visibilidade dos artigos publicados…

Periódicos das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas fazem uso crescente das redes sociais, por Abel L. Packer, Denise Sales e Henrique Rodrigues

N1_img

As redes sociais que operam na Web/Internet constituem o principal meio e espaço de divulgação e compartilhamento das pesquisas publicadas originalmente em periódicos e outros tipos de publicação científica. Todos os atores envolvidos na pesquisa e na comunicação científica- publicadores, editores, autores e usuários de informação científica – vêm adotando mais e mais as redes sociais como ferramenta de marketing, divulgação, atualização e compartilhamento de conteúdo, sejam as redes de uso e alcance geral, como são o Twitter e o Facebook, ou principalmente as orientadas às comunidades científicas como aAcademia.edu, Mendeley, Research Blogging, ResearchGate, etc.

Este modus operandi é determinado pelo fato que a Web/Internet passou a ser o meio principal de comunicação entre os pesquisadores e, especificamente, dos resultados de seus projetos de pesquisa. As funções e atividades clássicas de submissão e avaliação dos manuscritos, da edição dos textos aprovados, sua estruturação para armazenamento em base de dados, a publicação propriamente dita, as diferentes indexações e disseminação são realizadas online, com o concurso de inúmeros atores e ferramentas que operam sobre arquivos em formato digital. Com isso, o suporte em papel passou a ser um meio secundário e complementar, pois, inúmeras novas funções da comunicação científica online não são operacionais no papel, especialmente as que envolvem links e interoperabilidade ou as que seguem as transações sobre os conteúdos. De fato, a tendência é o desaparecimento completo da publicação de periódicos em papel.

Nas últimas duas décadas os atores da comunicação científica de todas as áreas temática e principalmente os envolvidos com os periódicos adaptaram-se a este novo modus operandi. Algumas áreas mais rápida e amplamente que outras. O Programa SciELO contribui decisivamente para que os periódicos que indexa e publica acompanhem as inovações que ocorrem. É importante realçar que as mudanças foram além da simples transposição da publicação em papel para a publicação online. Novas formas de comunicação de artigos surgiram, como a publicação contínua¹, os repositórios de preprints, os megaperiódicos e os sistemas das redes sociais.

As funções de marketing e a disseminação pública das pesquisas publicadas em periódicos que, no passado, os publicadores realizavam principalmente via os comunicados de imprensa (press releases), passaram a ser conduzidas por meio do ferramental das redes sociais. A contribuição das redes sociais é notável uma vez que ampliaram e facilitaram significativamente a disseminação e o compartilhamento, minimizando as intermediações entre os autores, pares e leitores.

O SciELO vem promovendo o uso das redes sociais nos últimos anos como parte das linhas de ação de profissionalização e internacionalização e, entre diversas ações, já promoveu seminários de introdução ao uso das redes na comunicação científica². Os novos critérios³ de indexação estabelecidos em outubro de 2014 formalizaram como indicador de indexação a presença dos periódicos e das pesquisas que publicam nas redes sociais. A perspectiva é que todos os periódicos operem nas redes sociais de acordo com planos de trabalho e políticas editoriais próprias e em colaboração com outras instâncias. Entre as opções que os periódicos SciELO vêm utilizando ou podem vir a utilizar, estão as seguintes: (a) operar contas próprias no Twitter, Facebook, etc.; (b) fazer uso de contas da instituição mãe ou associadas; (c) publicar em blogs próprios ou fazer uso dos blogs da instituição mãe ou associadas. Alguns sistemas de redes sociais como o Mendeley, por exemplo, privilegiam a participação de contas de pessoas físicas que, no caso, seriam basicamente os editores e autores.

O blog SciELO em perspectiva foi concebido em julho de 2013, com o intuito de operar como solução coletiva para disseminação e marketing dos periódicos por área temática. Neste começo de 2016 o blog atua com duas seções. Uma denominada Geral é dedicada ao estado da arte na comunicação científica. A outra é denominada Humanas e contempla a divulgação das novas edições e artigos dos periódicos de Ciências Humanas, Sociais Aplicadas e Linguística, Letras e Artes. A seção de Humanas teve início em outubro de 2013 e sua criação foi discutida e recomendada por ocasião da reunião dos periódicos SciELO de Ciências Humanas realizada em junho do mesmo ano⁴.

No ano de 2015, o blog contou com a participação de 53 dos 129 periódicos cobertos pela sessão Humanas. No total foram publicadas 131 postagens, ou seja, pelo menos uma a cada dois dias úteis. Quatorze periódicos publicaram 3 ou mais vezes e 31 publicaram somente uma vez. O tipo de categoria mais frequente foi o press release, contabilizando 102 posts, seguido de 21 entrevistas. Entre os grandes temas mais publicados destacamos: Ciências Sociais, Educação, Saúde, Economia, Política e Políticas Públicas. Em conjunto, os posts receberam cerca de 45 mil acessos.

A expectativa do Programa SciELO é que o blog de humanas venha a constituir-se em um espaço de referências dos editores e autores para a disseminação da pesquisa em ciências sociais e humanidades. Para tanto, o blog vem aperfeiçoando políticas e procedimentos de publicação que estimulem a participação proativa dos periódicos e ampliem a visibilidade dos posts publicados, entre os quais destacamos:

  • Os posts do blog são indexados no Research Blogging, que é um sistema de referência sobre blogs de pesquisas;
  • O SciELO opera com o serviço Altmetric que acompanha o desempenho dos artigos nas redes sociais, como são as citações em blogs, Twitter, Facebook, Mendeley e outros sistemas de redes sociais;
  • Os posts podem ser publicados em qualquer idioma, com destaque para o Português, Inglês e Espanhol;
  • Em coordenação com a equipe editorial, um periódico pode fazer uso dedicado do blog por uma semana para dar destaque a uma campanha de divulgação de um número, de um tema ou evento, combinando posts de entrevistas, análises e de opinião. Na última semana de novembro de 2015 o blog esteve dedicado à Revista Brasileira de Política Internacional – RBPI que publicou 12 posts. O próximo periódico a ter este espaço dedicado é o Varia História – VH;
  • Os posts do blog são publicados em acesso aberto segundo a licença CC-BY que permite que os mesmos sejam replicados em outros blogs, websites, notícias, documentos, etc.;
  • O blog quando solicitado ou recomendado pode também replicar posts publicados em outros blogs especialmente os dos periódicos SciELO;
  • A partir de 2016 o blog publicará uma Newsletter bimestral com uma seleção dos posts publicados nos 2 meses anteriores.

Espera-se que, à medida que os periódicos, os pesquisadores e o Programa SciELO ampliem e aperfeiçoem o uso do blog e de outras ferramentas de comunicação e compartilhamento de informação valiosa, relevante e atraente, os ganhos em termos de visibilidade e marketing serão crescentes e deverão refletir nos indicadores de presença nas redes sociais.

Notas:

1 Para saber mais sobre a publicação continuada, acesse: http://www.scielo.org/php/level.php?lang=pt&component=56&item=64

2 Para mais detalhes, acesse: http://eventos.scielo.org/rs1/

3 Os Critérios SciELO Brasil podem ser acessados em:http://www.scielo.br/avaliacao/20141003NovosCriterios_SciELO_Brasil.pdf

4 Website do evento: http://eventos.scielo.org/encontro-ciencias-humanas/

Referências:

CAMPOS, V. G. Redes sociais e periodismo científico: desafios aos editores. SciELO em Perspectiva. [viewed 04 February 2016]. Available from:http://blog.scielo.org/blog/2014/09/05/redes-sociais-e-periodismo-cientifico-desafios-aos-editores/

FAUSTO, S. Altmetrics, Altmétricas, Altmetrias: novas perspectivas na visibilidade e no impacto das pesquisas científicas. SciELO em Perspectiva. [viewed 28 January 2016]. Available from:http://blog.scielo.org/blog/2013/08/14/altmetrics-altmetricas-altmetrias-novas-perspectivas-na-visibilidade-e-no-impacto-das-pesquisas-cientificas/

IAMARINO, A. As funções das mídias sociais na comunicação científica. Como os periódicos podem explorar os sistemas de redes sociais para ampliar a disseminação das pesquisas que publicam. In: V Reunião SciELO, São Paulo, 2015. Available from: http://pt.slideshare.net/scielo/as-funes-das-mdias-sociais-na-comunicao-cientfica-como-os-peridicos-podem-explorar-os-sistemas-de-redes-sociais-para-ampliar-a-disseminao-das-pesquisas-que-publicam-atila-iamarino

NASSI-CALÒ, L. Estudo analisa o uso de redes sociais na avaliação do impacto científico. SciELO em Perspectiva. [viewed 28 January 2016]. Available from:http://blog.scielo.org/blog/2015/03/13/estudo-analisa-o-uso-de-redes-sociais-na-avaliacao-do-impacto-cientifico/

Links externos:

Seminário de introdução ao uso da Redes Sociais na comunicação científica –http://eventos.scielo.org/rs1/

Academia.edu – https://www.academia.edu/

Mendeley – https://www.mendeley.com/

Research Blogging – http://researchblogging.org/

ResearchGate – https://www.researchgate.net/

Blog SciELO em Perspectiva – http://blog.scielo.org/

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

PACKER, A. L., SALES, D., and RODRIGUES, H. Blog SciELO em Perspectiva – Periódicos das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas fazem uso crescente das redes sociais. SciELO em Perspectiva: Humanas. [viewed 04 February 2016]. Available from: http://humanas.blog.scielo.org/blog/2016/02/04/blog-scielo-em-perspectiva-periodicos-das-ciencias-humanas-e-sociais-aplicadas-fazem-uso-crescente-das-redes-sociais/

 

 

Padrão

Deixe uma resposta