RBPI_Sptolight
PEB & RI, Ser editor

Authors in the spotlight no Scielo em Perspectiva – Humanas

image description

Existem sinergias de alto nível entre o IBRI (organização sem fins-lucrativos, privada, fundada em 1954) e o Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília – iREL (unidade acadêmica que mantém um programa completo de formação na área de Relações Internacionais, com uma graduação, mestrado e doutorado). Boa parte dos membros do IBRI, não todos, são professores da Universidade de Brasília) e com o iREL temos desenvolvido muitos projetos, que envolvem inclusive os estudantes e o seu treinamento para a comunicação científica e a gestão editorial.

Uma das atividades que tem sido desenvolvidas com a participação constante dos estudantes da UnB é a realização de entrevistas com os autores dos artigos publicados. Há uma seção no nosso website especialmente desenvolvida para a veiculação dessas entrevistas, que batizamos de Authors in the Spotlight.

Fizemos uma primeira rodada de entrevistas envolvendo estudantes da UnB há pouco mais de um ano atrás, a propósito da publicação da edição especial China rising – strategies and tactics of China’s growing presence in the world– o material foi desenvolvido pelos estudantes do Programa de Educação Tutorial – PET do iREL – UnB. Os resultados foram positivos, especialmente quando considerados como uma ferramenta pedagógica, que envolve leitura, debate, crítica, organização e empreendimento.

Essas entrevistas são também publicadas em versões diferentes em Mundorama e no Blog Scielo em Perspectiva – Humanas. Elas fazem parte de um grande esforço de divulgação que temos empreendido ao longo dos últimos anos, no qual procuramos envolver os nossos autores e com eles estabelecer uma parceria criativa e bastante profícua, que tem levado ao aumento da visibilidade nacional e internacional dos trabalhos e, claro, da sua repercussão científica.

No momento em que começam a se popularizar métricas alternativas para a marcação do impacto não apenas das revistas científicas, mas também de cada um dos artigos nelas publicados,  temos trabalhado em todas as direções para aumentar a visibilidade e a circulação desses trabalhos. Um dos obstáculos mais difíceis de serem superados nesse sentido talvez seja a conscientização dos autores de que essas métricas poderão ter no futuro consequências sobre a avaliação do conjunto da sua própria produção científica — afinal, de acordo com muitos interprétes dessa tendência, não basta pesquisar e publicar, mas será mais e mais necessário saber comunicar para uma audiência a cada dia mais ampla e heterogênea os resultados desses esforços. Em outras palavras, o impacto da pesquisa e da publicação científica será medido pela atenção social (como o artigo repercute e é compartilhado em redes sociais, a exemplo do Twitter e do Facebook), o que gera o aumento de visualizações do artigo em HTML (em geral, no próprio site da revista em que é publicado) e do número de downloads do seu arquivo PDF e que, finalmente, leva ao aumento do número de citações tradicionais, em novos artigos científicos, teses, dissertações etc.

As entrevistas com os autores dos artigos publicados na edição 1/2015 (Vol. 58 – No. 1) da Revista Brasileira de Política Internacional – RBPI foram  preparadas por um grupo de estudantes do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da UnB. Eles desenvolveram um protocolo próprio para o desenvolvimento e o seguimento das entrevistas a serem realizadas com os nossos autores. Essa nem sempre é tarefa fácil, e tem pelo menos cinco etapas:

  1. ler o artigo e estudar o tema apresentado e as suas conexões com a literatura existente;
  2. estudar um pouco o perfil científico do autor, procurando conexões entre o trabalho que foi publicado na RBPI e a sua produção científica;
  3. elaborar o roteiro da entrevista, pensando em perguntas que sejam gerais o bastante para manter vivo o interesse do leitor pelo autor e pelo artigo, mas sem levar a respostas que sumarizem o artigo apresentado e que dispensem a sua leitura;
  4. o próprio contato com o autor (nem sempre fácil, porque envolve tirá-lo de atividades que já se tornaram mais prioritárias do que trabalhar na divulgação de um artigo que já foi publicado – e, portanto, devidamente creditado na sua produção científica). Convencer o autor da importância desse trabalho, esperar com paciência o retorno das respostas, aceitar os pedidos de prorrogação de prazo e, se necessário, estabelecer o contato via Skype ou pessoal para realizar a entrevista;
  5. finalmente, revisar o texto – os cortes, a edição das perguntas, eventualmente mudando a ordem em que são apresentadas e os retoques finais antes de enviá-la ao coordenador do batch em elaboração.

Cada uma das entrevistas compõem kits de mídia, formado por uma nota biográfica e por um pequeníssimo artigo de síntese, que são publicados nos nossos canais nas mídias sociais, website e em Mundorama. O conjunto das entrevistas, como publicado na Semana RBPI do Blog Scielo em Perspectiva – Humanas, ficou extraordinário, e pode ser verificado abaixo:

Padrão

Um comentário em “Authors in the spotlight no Scielo em Perspectiva – Humanas

  1. Pingback: As entrevistas com os autores da RBPI 2/2015 |

Deixe uma resposta