Acontecendo...

Lançamento do novo livro de Estevão Chaves de Rezende Martins – “Parcerias Almejadas”


Foi lançado nesta semana o novo livro de meu colega Estevão Chaves de Rezende Martins – “Parcerias Almejadas: Política Externa, Segurança, Defesa e História na Europa”.

O livro sai pela série “Parcerias Estratégicas”, da Coleção Relações Internacionais da Editora Fino Traço. Eu e Henrique Altemani de Oliveira, que coordenamos a Coleção, ficamos muito satisfeitos com o fato de que esse primeiro grande lote da Coleção se aproxime da sua conclusão com esse livro. Trata-se realmente de um título sem paralelo na literatura brasileira especializada em Relações Internacionais.

Abaixo o press release:

Editora Fino Traço, o Centro de Estudos sobre o Pacífico e o Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília anunciam a publicação do livro ”Parcerias Almejadas: Política Externa, Segurança, Defesa e História na Europa”, de Estevão Chaves de Rezende Martins, professor titular do Departamento de História da Universidade de Brasília.Os objetivos da União Europeia em matéria de política externa são, ao menos formalmente, de grande ambição. A via alternativa que a aliança ocidental de certos países europeus acreditava encarnar pensou a si mesma e se apresentou como a única opção possível, que evitasse aos parceiros e ao mundo em geral ter de se alinhar com um ou outro bloco ao tempo da Guerra Fria. A União Europeia de 2011 ainda se entende assim, embora as alternativas de projetos políticos na segunda década do século XXI já não estejam estigmatizadas pela tensão político-militar que marcou o período subsequente à II Guerra Mundial. A arquitetura institucional reservou à política externa e de segurança comum uma montagem de estrutura e operadores que tencionavam estar à altura de tal projeto. Se a ambição era elevada, a estrutura seguiu-a.A reflexão aqui oferecida ao leitor se organiza em dois momentos.A primeira parte se dedica a expor a política externa, de segurança e de defesa da União Europeia. Sua concepção, sua organização, sua estrutura, seus agentes, seus objetivos, seu contexto, seus rivais. Para bem apreender o universo complexo dessa política e as condições de sua formulação e de sua prática, importa conhecer o feixe de circunstâncias históricas que, em especial desde meados do século XIX, conformaram sociedades, culturas, mentalidades, nações, Estados, comportamentos, conflitos e conciliações no mundo europeu, tanto ao Ocidente como ao Oriente. Assim, a segunda parte se dedica a apresentar uma visão de longo prazo das muitas variáveis que atuaram sobre a Europa e das muitas ocorrências que lhe atravessaram a vida, desde aproximadamente 1850, e que são fundamentais para compreender o cenário europeu e internacional na segunda década do século XXI.Acesse aqui a apresentação e a introdução deste livro.

Padrão

Deixe uma resposta