Acontecendo...

2/2008 da RBPI

Fizemos mais um bom número da RBPI, o 2/2008, na minha modesta opinião…

Como se passaram 50 anos desde o lançamento da OPA, fiz para este número uma Carta do Editor, recuperando alguns dos melhores artigos publicados na RBPI desde o seu início sobre a Operação. Como o acervo da RBPI está integralmente digitalizado e publicado em Mundorama, os interessados podem dar uma olhada rápida nesses artigos que acompanharam a iniciativa do governo JK praticamente desde o seu lançamento. Esse foi um trabalho interessante e gostoso de fazer e vou publicar o texto em outro post. Pelo momento, fiquemos com esta boa edição, a número 2 do volume 51 da Revista Brasileira de Política Internacional…

Carta do Editor
•    Há cinqüenta anos a Operação Pan-Americana, por Antônio Carlos Lessa

Artigos
•    Conceitos em Relações Internacionais, por Amado Luiz Cervo
•    Requisitos ambientais e acesso a mercados: o setor de defensivos agrícolas, por Ricardo K. S. Fermam e Adelaide Antunes
•    Crise e castigo: as relações Brasil-África no governo Sarney, por Cláudio Oliveira Ribeiro
•    Etanol e biodiesel como recursos energéticos alternativos: perspectivas da América e da Ásia, por Gilmar Masiero e Heloisa Lopes
•    Opinião pública e política externa: insulamento, politização e reforma na produção da política exterior do Brasil, por Carlos Aurélio Pimenta de Faria
•    Indicadores e Análise Multidimensional do Processo de Integração do Cone Sul, por Andrea Ribeiro Hoffmann, Marcelo Coutinho e Regina Kfuri
•    Uma avaliação do efeito institucional sobre o comportamento dos Estados membros da OMC a partir da análise da convergência e divergência nas negociações do Gatt, Gats e Trips , por Taiane Las Casas Campos
•    A Política Externa do Brasil no Século XXI: os eixos combinados de cooperação horizontal e vertical,  por Cristina Soreanu Pecequilo
•    Argentina y Brasil em La Política Internacional: regionalismo y Mercosur (Estratégias, cooperación y factores de tensión), por Raúl Bernal-Meza
•    Transição malograda de um poder emergente? A participação brasileira nas negociações tarifárias da Rodada Tóquio, por Rogério de Souza Farias

Resenha
•    Le diplomate et l´intrus. L´entrée des sociétés dans l´arène internationale, por Ana Flávia Barros-Platiau

Padrão

Deixe uma resposta