ourworldindata_logo2
Para os meus alunos, PEB & RI

Visualizando o nosso mundo em dados

Estou fascinado com o site Our World In Data (Data visualisations and empirical research that tell you how and why living conditions around the world are changing).

Max Roser apresenta dezenas de verbetes com gráficos muito completos com visualizações absolutamente instigantes sobre os mais diversos temas da realidade econômica, social, política e internacional.

Eu destaco algumas das entradas que são disponibilizadas no site: Crescimento da população, saúde, agricultura e alimentação, recursos energéticos, mudança ambiental, tecnologia e infra-estrutura, crescimento econômico e distribuição da riqueza… e muitos mais.

Uma descrição breve do site:

OurWorldInData is an online publication that shows how living conditions around the world are changing. It communicates this empirical knowledge through interactive data visualisations (charts and maps) and by presenting the research findings on global development that explain what drives the changes that we see and what the consequences of these changes are.

Gratuito, em acesso aberto, creative commons licence.

 

Padrão
academic-blogging
Ser editor

Você pode ajudar muito na divulgação do seu artigo

Temos empreendido bastante na divulgação dos artigos e edições tanto da RBPI quanto de Meridiano 47. Eu acredito que o objetivo do nosso trabalho não é criar condições para que os autores simplesmente cravem um artigo em uma revista legal na sua produção científica. A produção de um artigo, que dá um trabalho danado, serve a propósitos muito mais elevados do que garantir a produção de cada dia de uns e de outros. Se o artigo foi aprovado é porque tem méritos e comunica ciência relevante, cuja divulgação deve ir além do suporte provido pela revista científica em si.

É por isso que já há alguns anos eu tenho ampliado a política de divulgação da RBPI, para incorporar formas diversas de fazer chegar a um público mais amplo os trabalhos publicados em cada uma das edições. As séries de entrevistas com autores, por exemplo, se inscrevem nessa poĺítica, como também a veiculação de pequenas peças (ou press releases, posts, ou resumos ampliados – a denominação realmente não importa) escritos pelos autores explicando e convidando para a leitura do artigo publicado. A última série de entrevistas com os nossos autores, produzida para o número 1/2015 foi, inclusive, objeto de uma semana dedicada do Blog Scielo em Perspectiva – Humanas.

Continuar lendo

Padrão

Sh8CnhP

Diversão & Arte

Is someone you care about getting involved with post structuralism?

Imagem
A nossa comédia, Diversão & Arte

A bizarrice da academia em perfis divertidos no Twitter

Eu sigo quase uma dezena de perfis no Twitter que parodiam ou simplesmente denunciam com imenso humor a vida bizarra da academia, em todos os lugares do mundo.

No Brasil não temos ainda a competição fratricida que se vê em muitos laboratórios e cursos de doutorado das melhores universidades americanas, que são as fontes principais (e de certo modo, a razão primeira) de boa parte dessas quase tirinhas. São de matar de rir…

Um levantamento muito bom dos melhores perfis foi feito em um post de Andy Tattersall, no Impact of Social Sciences (The Impact Blog, da LSE): The Weird and Wonderful World of Academic Twitter: Accounts that mock, self-ridicule and bring a smile to academia.

Os perfis que eu sigo são os seguintes: Continuar lendo

Padrão
image001
Diversão & Arte

Um congresso inteiro on line, via Twitter

Ideias extraordinariamente boas nascem de coisas muito simples – aliás, as melhores ideias sempre nasceram assim. Fiquei fascinado com a simplicidade da proposta de realização de uma conferência (um pequeno congresso) on line, via Twitter…

Será que dá para fazer no Brasil?

Deu no blog de Mendeley

How we do research is changing every day, with new tools and technologies that can be harnessed to ease and further research. We think Mendeley is one of them, of course.

via Did you enjoy this article? Then read the full version from the author’s website.

Padrão